Pages - Menu

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

então eu... ESCREVI

Olá amigos do Charles Letrando, hoje eu resolvi mudar!
Iria postar a resenha do livro O TEOREMA KATHERINE do aclamado autor, JOHN GREEN (que já está no ponto, estou lendo agora CIDADES DE PAPEL e dessa vez além da Resenha virá novidades aqui no blog), porém como minha vida está um corre corre danado (pela escrita do meu primeiro livro entre outras coisitas mais) resolvi postar um dos textos que tenho armazenado em meu computador e achei diversas vezes que para nada me serviriam, e daí eu tive essa ideia: De vez em quando além de se deliciarem com as minhas Resenhas & Sinopses, vocês leitores (Letrandos) terão alguns textos meus para se divertirem... Espero que gostem...

Amor e Razão Aonde vai à questão?

- Desculpe, mas eu não te entendo... Não consigo entender a tua contrariedade aos românticos, tua aversão às poesias, tua incredulidade ao amor, se tudo isso, pois é o combustível dos nossos devaneios...

- Não adianta coração, tu não és capaz de tirar de mim a razão, pois meu ensejo é ser correto e coerente e não deixar que tu hajas de modo incerto por isso seja paciente... Tudo tem seu tempo inclusive o tal do amor...

- Ah o amor, como não podes acreditar no mais puro e belo dos sentimentos? A Amizade o afeto a dedicação tudo isso são frutos do amor, não é possível que tu possas viver sem paixão.

- Não posso!

- Não?

- Não, me digas, pois quem pode viver no frígido frio sem o calor candente do fogo? Digo-te que a paixão é o fogo para o coração álgido, mas somente isso, se queres, pois que esse ardor permaneças, faça como eu e viva não com o coração, mas com a razão, só assim tu poderás contemplar a afabilidade de uma paixão.

CN – 13/08/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião/crítica/elogio sobre o assunto!
Esse espaço é seu... E a gente se encontra por aqui...

Pages

Loading...

Pesquise na Wikipedia

Resultados da pesquisa

Pages - Menu

Deixe aqui seu e-mail :)