Pages - Menu

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

PORQUE ATÉ A MORTE TEREI FOME

resenha do livro:

Olá pessoas!
Hoje vou falar com vocês sobre um livro que francamente falando me deixou extasiado. Um livro de uma autora nacional, daqui mesmo de Brasília. Um livro que como ela mesmo o descreve: uma história de desamor e superação existencial, uma história daquelas que precisam ser lidas e mais do que isso compreendidas, não, você não precisa ser nenhum filósofo ou outro tipo de pensador para isso, você só precisa ser um humano que sofre, ganha e perde as vezes, maioria das vezes. Eu conheci Patricia durante um evento literário em Brasília e foi lá que também conheci sua bela obra, prima e digno notar, um livro realmente essencial. Então se você estiver pronto para embarcar por trás de detrás da emoção e medo humano vem comigo acompanhar essa história emocionante!


Autora: Patricia Colmenero
Páginas: 199
Ano: 2012
Livro de autoria independente com apoio: FAC, Secretaria de Cultura e GDF.


Sinopse:

Uma mulher num salto agulha prestes a chorar como uma criança, assim se apresenta a personagem principal de "Porque até a morte terei fome". Intensidade e desespero marcam o cotidiano da escritora "de algo urgente" que se fantasia por vezes de funcionária padrão em um escritório de advocacia, por outras de esposa servil do próprio chefe.
O fim do relacionamento faz pulsar em meio ao caos o sentimento de perda. Amor ou hábito? Das entrelinhas brilhantes no teto do quarto restam agora somente as marcas de mofo. O romance de formação de Patrícia Colmenero instiga o desejo de uma mulher tão determinada quanto assustada. Aprendendo a ser só, a personagem (assim como a autora) adentra em um labirinto de ausências, compondo um fluxo poético que se revela como a escritura da própria dor. 

Crítica:

Como já dito na descrição, eu conheci Patricia em um evento literário e foi lá que eu conheci a sua obra, e só o desenho da capa instiga o leitor atento, porque não há nada nela que nos leva a profundidade da história que será contada, o título do livro vem em relevo sobre uma tarja preta e um desenho de um veado sobre um fundo totalmente branco que me remeteu a ausência de cores, e não sei porque essa 'ausência de cores' fez pra mim pelo menos todo sentido quando comecei a conhecer a história de Túlio e dela (que eu prefiro não citar o nome, acho que é importante você conhecê-la profundamente antes de perguntar o nome) a protagonista dessa história surpreendente.

O livro tem um gosto de Clarice Lispector, uma narrativa em primeira pessoa que instiga o leitor a virar a página e faz com que um turbilhão de coisas aconteçam enquanto suas vistas vão capturando as palavras ali escritas. Eu chamo a história de "Porque até a morte terei fome" de mais que superação, é uma história tão profunda sobre a vida, o amor e a morte, que em determinados momentos da leitura eu parava e dizia "Putz. É isso".

Patricia joga, despudoramente sobre o leitor tudo de belo e egocêntrico que a vida tem para nos mostrar por meio da sua protagonista que se esconde em um trabalho que ela odeia, em um convívio acomodado que em determinado momento da sua vida ela decidiu chamar de amor, e ao mesmo tempo que ela se esconde, ela se aparece quanto a sua verdadeira vocação que é ser escritora. 

Patricia fala que seu tema de obsessão é a solidão. E nós vemos isso na pele, no dia a dia da protagonista!

Seus conflitos, seus dramas, são coisas que podemos dizer banais, mas que  são tratados de uma forma tão ampla pela protagonista que faz com que percebamos que a vida é assim, seus problemas são sempre os maiores, os mais amplos, os mais difíceis de resolver...

A protagonista do livro acaba de romper um relacionamento, está infeliz com seu trabalho e nada mais é importante a ela a não sera ausência, a solidão e quando eu falo da ausência das cores na capa é isso. Ai "Porque até a morte terei fome" é uma leitura tão gostosa, mas tão pesada com seus sentimentos que por vezes era preciso eu parar, fechar o livro, olhar para um ponto específico e pensar... refletir sobre tudo aquilo que eu havia acabado de ler.

Sobre a autora!









Sobre o evento que conheci Patricia clique AQUI [com fotos exclusivas]

Acho que é isso, tudo isso!
Se você gostou, divulgue por ai...
Beijos doces e até breve pessoal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião/crítica/elogio sobre o assunto!
Esse espaço é seu... E a gente se encontra por aqui...

Pages

Loading...

Pesquise na Wikipedia

Resultados da pesquisa

Pages - Menu

Deixe aqui seu e-mail :)