Pages - Menu

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Especial ETERNO um livro de sonhos...

Parte I

Para que conhece minha ‘curta biografia’ como escritor sabe dos altos e baixos que passei até ver em mãos o meu primeiro livro que pediu para ser chamado de Eterno, para quem não conhece, tentarei resumi-la da melhor forma possível. Esse é um especial para você que ainda não leu meu livro e pretende lê-lo e para você que já leu e quer descobrir o que há por trás da história da Camila e do Miguel nosso casal protagonista...

Primeiramente, a ideia do meu livro surgiu no dia 11 de setembro de 2013 durante uma aula de Nefrologia que eu estava tendo.

A ideia nasceu durante uma aula...
Durante a aula falávamos sobre “Doença renal crônica” e me veio à ideia de colocar como protagonista uma personagem que tivesse tal moléstia, até ai eram somente ideias, devaneios que passavam em minha cabeça, mas eis que durante um dos dias de estágio eu conheci uma paciente (em torno dos seus dezoito/dezenove anos que era portadora de DRC e foi então que houve o boom em minha cabeça, como deveria ser difícil para aquela jovem ter que passar por quatro sessões de hemodiálise durante a semana, ela não podia frequentar uma escola normal, amigos deveriam ser poucos, dadas às restrições que a doença lhe colocava, enfim as duvidas foram nascendo em minha cabeça ao mesmo tempo em que a sinopse começava a ganhar forma). O segundo passo depois disso foi me aprofundar no tema “renal” estudar tudo que eu podia ler e ler mais um pouco e ler de novo, as aulas de nefrologia me serviam como um workshop onde eu podia tirar as dúvidas de que necessitava ter ao meu lado uma paciente portadora da doença foi outro ponto positivo.

O segundo passo foi estudar sobre a doença.
Numa dessas sessões de estudo eu fiquei conhecendo a doença que a personagem enfim teria “Doença renal policística autossômica recessiva”, bem a parte “doença” da história estava pronta, sintomas estudados, formas e tudo mais, mas como transformar isso em um romance?
Foi quando eu li (não me lembro de onde) a frase de Carlos Drummond de Andrade que deu sentido a história: “Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade que petrifica e nenhuma força jamais a resgata”.

A frase que fez todo sentido na escolha do tema do livro
Com a frase escrita e os detalhes da história prontos, era preciso escolher um tema, (sou desses, que só consegue escrever uma história depois do tema ter sido escolhido, me julguem sociedade) de início a história se chamaria: FOI AMOR – EM UMA FRAÇÃO DE SEGUNDO. Não, não era esse o tema que a história me pedia e eu continuei em busca dele até que em determinado ponto me veio o “Heureca” e a história sem título ganhou o tema de “Eterno”.

Tudo pronto, vamos escrever?

Espera, e o nome dos personagens? Foi então que surgiu pela primeira vez na sinopse MARINA e RENATO, o casal protagonista.

Marina foi a primeira escolha para o nome da protagonista
Só que Camila não gostaria de ser chamada Marina, se é que vocês me entendem e foi logo no dia seguinte que a personagem finalmente ganhou seu nome definitivo (após 24 horas queimando meus neurônios pensando em como ‘batizá-la’), Renato então virou Henrique.

Camila e Henrique. 
Mas, ainda não eram esses nomes...
Mas, ainda não estava bom (Renato/ Henrique não eram o tipo de nome que eu procurava para o perfil do meu protagonista, foi então que do nada me veio MIGUEL e a luz pairou sobre as páginas rabiscadas de minha sinopse).

Todo esse processo levou 10 dias (tempo curto, devo notar).
No dia 21 de setembro de 2013 eu colocava a primeira letra no arquivo Word que mais tarde se transformaria no meu primeiro livro publicado.

Datas retratando o período de escrita
Escreve, escreve, escreve... 11 páginas todo santo dia (eu estava desempregado, só fazia o estágio três vezes na semana pela manhã, então eu estava, digamos que com um tempinho a mais), apaga aqui, envia para a Ana de lá (ela foi minha leitora beta que acompanhou todo o processo primeiramente, antes que todos) ela aprovava aqui, dizia que não gostou de algo aí e assim quinze dias depois, no dia 06 de outubro de 2013 eu estava colocando o ponto final em Eterno.

Ehhhhhh.

A comemoração durou pouco, pois agora eu precisava começar o período mais dificultoso na vida de um escritor “a lapidação” eu tinha um diamante bruto nas mãos e precisava fazer dele uma joia atraente e depois de alguns dias descansando a cabeça do universo Camila/Miguel, no dia 19 de outubro eu comecei o processo de lapidação das 15 primeiras páginas do livro...

Como eu organizava o processo de lapidação
E a cada novo dia que se passava mais páginas ia passando pela minha vistoria critica, lendo, relendo, colocando uma pontuação aqui outra acolá, cortando cenas, acrescentando diálogos, colocando a narração nos eixos, tapando buracos que havia ficado no percurso...

O que precisava mudar no original...
Dia: 03 de novembro de 2013 o processo havia sido finalizado.
O livro estava enfim pronto para ser dirigido as editoras... Só que não!

Eu precisava fazer a sinopse + texto da orelha + argumento + release + biografia + texto que iria na quarta capa, enfim o processo pequeno, não menos importante que o livro, aliás, esses pequenos textos foram os mais difíceis por terem um numero de caracteres exato.

Busquei então ajuda em um canal literário no youtube chamado PAPO LITERÁRIO com a autora Lycia Barros (que mesmo sem saber me ensinou tudo que eu precisava para escrever um livro e que me incentivou quando tivemos a oportunidade de bater um papo em um evento magnífico em Brasília, onde a mesma autografou os primeiros dois livros da minha estante *---*) ela é linda, mas vamos ao que interessa depois de assistir umas trezentas vezes o vídeo em que ela fala sobre sinopses e ensina as funções, o que são releases, como fazer e proceder eu coloquei todas as dicas no papel e voltei para a minha sinopse e algum tempo depois ela finalmente estava pronta!

Era necessário estudar sobre Sinopses. E assim eu fiz.
Dezembro de 2013!

Hora de procurar uma editora que publicasse meu livro... Novo Século, Novo Conceito, Rocco, Intrínseca, Editora Record, Ágape, Pandorga, não houve sequer uma editora do ramo “literatura nacional romance” que eu não tenha mandado minha sinopse, respostas? Houve sim, propostas? Também, 15.000 / 17.000 / 7.000 reais para a primeira publicação.

Tudo bem deve ser uma pegadinha eu pensava e continuava a mandar a sinopse...
Respostas negativas, pensamentos negativos, vontade de jogar tudo para o alto, tudo isso esteve presente durante esse processo.

E eis que no dia 18/03/2014 as 15h08min da tarde eu recebo o seguinte e-mail em meu celular:
Caro Charles.
Seja bem vindo! A Multifoco aprovou seu original para a publicação.

O e-mail de aprovação
Senti vontade de sair no meio da rua gritando como um louco, entretanto, eu me contive e fiquei ponderando se eles iriam me cobrar mais tantos mil para publicar, logo que cheguei em casa fui direto ligando 021 25... E lá estava eu combinando os detalhes com respeito ao meu primeiro contrato com uma editora...
Fechamos o acordo e começou mais uma sequencia de fatos:
Escolha da Capa, Revisão de texto, Escolha de marcadores, Evento de Lançamento...
E toda a pompa que um autor tem direito, no dia do lançamento eu estava assim...

Fotos do Lançamento CLIQUE AQUI

Bom pessoal desculpe pelo enorme texto, mas é isso ai a segunda parte do especial eu conto como anda minha vida como escritor desde então, novos projetos, sonhos que eu pude realizar e eventos que virão além de sonhos muitos sonhos que eu ainda tenho...


Beijão para todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião/crítica/elogio sobre o assunto!
Esse espaço é seu... E a gente se encontra por aqui...

Pages

Pesquise na Wikipedia

Resultados da pesquisa

Pages - Menu

Deixe aqui seu e-mail :)